Um protesto inteligente contra a Fifa…

0
7

Impressionante como protestos legítimos perdem a eficácia devido a ausência de estratégia adequada. Brasil e Itália realizam hoje a tarde uma partida decisiva pela Copa das Confederações e o sinal de alerta está ligado. Os jornais de hoje afirmam que a Fifa não vai tolerar novos problemas decorrentes da segurança. Duro imaginar que esse pedido terá que ser cumprido em um estado federativo cujo maior problema social é a violência. Ok, sejamos otimistas.

No entanto, os grupos que lideram essas manifestações seriam muito mais inteligentes se concentrassem seu fogo para propagação de uma campanha por um boicote nos ingressos.

Senão vejamos: eu, você e todos os contribuintes brasileiros somos submetidos a um orçamento de R$ 28 bilhões para tirar a Copa do Mundo do papel. Mesmo com financiamento a juros camaradas e parceria com a iniciativa privada (5%) do total é lógico que vamos pagar a conta, de um jeito ou de outro e a Fifa vai se deleitar em cima de seus lucros exorbitantes, parte considerável advinda dos ingressos.

Nesse ponto que desejo chegar. Não existiria protesto mais eficiente do que convencer a sociedade a deixar de pagar R$ 280 por uma arquibancada. Você imaginou se na partida contra o Japão, na abertura da Copa das Confederações o estádio estivesse com apenas 30% ou 40% dos seus assentos ocupados? Certamente a Fifa colheria um prejuízo brutal e para não pagar mico em escala mundial promoveria um corte brutal no valor dos ingressos, o que traria diminuição de seus lucros.

Detonar um protesto como esse, nesta altura do campeonato é impossível. Que tal para a Copa do Mundo?

SHARE
Previous articleAs visões sobre o pronunciamento de Dilma Roussef
Next articleO país tem explosão de cidadania. Onde estão os jogadores de futebol?
Elias Aredes Junior é jornalista, radicado na cidade de Campinas, Estado de São Paulo. Trabalha como repórter esportivo para o Jornal Todo Dia de Americana e também como comentarista esportivo para a Radio Central AM de Campinas, 870 KHz. Diariamente participa dos comentários na programação esportiva entre as 18:00 e 20:00, além de comentar jogos de futebol nas transmissões ao vivo da emissora. Aqui ele fala sobre tudo, futebol, esporte, política, religião, entretenimento, cultura, culinária, tudo isso sempre com seu olhar crítico e independente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here