Tite vai para Seleção e Corinthians assume choro de perdedor. Para quê?

0
16

Tite foi escolhido como novo técnico da Seleção Brasileira. Uma reação em cadeia foi gerado no futebol brasileiro. O presidente corintiano Roberto Andrade mostrou-se furioso com a falta de consideração da cúpula da CBF, que sequer comunicou o clube sobre o interesse.

Ao abrir a boca, o dirigente não teve papas na língua. “Não posso dizer que o Corinthians é prejudicado. Não ia mudar o final da história. Sabemos que todos trabalhamos para alguém e você tem o direito de fazer. Mas se eles querem respeito, tem de fazer isso com qualquer clube. É o mínimo que um presidente da CBF tem que fazer, é a maneira que trabalham, fazer tudo sorrateiramente. Não admito. Eu não preciso da CBF para nada”, disparou o dirigente.

Confesso minha resistência em acreditar no discurso. Em primeiro lugar porque o Corinthians concede aval ao atual comando da CBF. Participou da votação? Então mesmo que seja oposição deu aval a atual CBF.

Mais: há tempos, o Corinthians sabe do objetivo profissional de Tite em assumir a Seleção Brasileira. Sua frustração com a chegada de Dunga foi exposta aos quatro ventos. Como evitar o brilho do olho com a chance de disputar eliminatórias e uma Copa do Mundo? Ao invés de choro de perdedor o salutar seria tocar a vida e buscar um novo modelo profissional.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here