Seleção: no gol, o menos cotado será titular. É justo?

0
19

Na Seleção convocada por Luis Felipe, existe algo exótico na questão dos goleiros: os melhores não tem chance de serem titulares. Por uma questão de confiança, Júlio César ganhou a posição de titular, mas precisará provar no gramado. Joga pelo Toronto muito mais com a função de ficar com os reflexos em dia do que um prêmio por sua boa atuação no gramado. Longe disso. No entanto, suas atuações seguras na Copa das Confederações foram preponderantes para a manutenção da titularidade.

Isso não pode produzir uma baixa de Guarda.

Jefferson passa por boa fase no Botafogo (RJ) e não podemos desprezar seu controle emocional. Afinal, não deve ser fácil jogar em alto nível e conviver com atraso de salário. Em conjuntura normal, deveria ser o titular.

Victor, no entanto, não deve ser desprezado. Tem liderança, é ágil, tem uma saída de gol razoável e de quebra cresce em momentos decisivos. Pode ser importantíssimo no dia a dia para viabilizar um ambiente saudável entre jovens e veteranos na busca do hexa. No final, um recado à Júlio César: basta piscar o olho que a titularidade vai para o espaço.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here