Romário goleia Ronaldo no campeonato da cidadania

0
15

Todos os sábados, a página de Tendências e Debates do Jornal “Folha de São Paulo” sempre traz uma pergunta para ser respondida por articulistas convidados. Neste sábado a pergunta “O Brasil aproveitará o potencial da Copa?” mostrou claramente os caminhos seguidos por Romário e Ronaldo nos bastidores do futebol.

Ronaldo, o herói da Copa de 2002 usou seu espaço para traçar as perspectivas de faturamento, o envolvimento da população e que as obras, mesmo que não sejam concluídas, a sua discussão já seria um legado importante. Lamentável. Para variar, também deixou claro seu descontentamento com a postura critica da mídia.

Com Romário, é diferente. Em seu relato, ele mostra o lamento pela falta de cumprimento de programas e até de quesitos mínimos, como a reserva de 4% dos assentos nas arenas para portadores de necessidades especiais.

Algo fica claro: Ronaldo foi gênio dentro de campo e agora quer aproveitar os vícios e brechas abertas pelo futebol para arregimentar riqueza maior. De que forma? Ser íntimo de dirigentes da CBF, cartolas e empresários de futebol.

Tanto que ocupa a linha de frente daqueles que defende a saída imediata de Neymar ao continente europeu.
Romário, no entanto, por tudo que aconteceu em sua vida particular, acordou para a função social do futebol e do esporte. E já percebeu, como alguns, que a Copa do Mundo no Brasil está sendo feito para uma minoria e não para o povo brasileiro.

Tanto Ronaldo como Romário foram campeões do mundo e ídolos incontestáveis. Mas no campeonato da cidadania, o baixinho está dando de goleada. E parece que o Fenômeno não parece disposto a virar o placar de modo positivo. Pena.

SHARE
Previous articleNeymar x Ganso: um encontro de amigos, nada mais…
Next articleMineirão ressurge com problemas. O torcedor merece?
Elias Aredes Junior é jornalista, radicado na cidade de Campinas, Estado de São Paulo. Trabalha como repórter esportivo para o Jornal Todo Dia de Americana e também como comentarista esportivo para a Radio Central AM de Campinas, 870 KHz. Diariamente participa dos comentários na programação esportiva entre as 18:00 e 20:00, além de comentar jogos de futebol nas transmissões ao vivo da emissora. Aqui ele fala sobre tudo, futebol, esporte, política, religião, entretenimento, cultura, culinária, tudo isso sempre com seu olhar crítico e independente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here