Rogério Ceni seria um bom treinador de futebol?

0
37

Rogério é provavelmente o maior ídolo da história do São Paulo. Protagonista de conquista memoráveis, é responsável por gerar carinho e comoção por onde passa, especialmente nas arquibancadas do Morumbi. Anotou o centésimo gol e a partir daí pode reivindicar sua entrada no rol das lendas do futebol brasileiro.

Tem três campeonatos brasileiros, Copa Libertadores e Mundial no Curriculo. Atleta vencedor e diferenciado.
Agora querem transformar Rogério Ceni em treinador de futebol. Não há estimativa se para curto, médio ou longo prazo, mas o assunto é discutido livremente e Milton Cruz ofereceu seus serviços de auxiliar técnico.

Pois é, mas não é tão simples assim. Um treinador de futebol não tem a missão apenas de escalar os melhores e colocar para jogar. Ele é responsável também em formular a cara e o estilo do elenco, escolher os auxiliares, estudar os adversários, acompanhar o mercado da bola para reconhecer os novos valores e também relacionar-se com os jogadores para conseguir dois feitos: manter a autoridade e estabelecer cumplicidade. Não é fácil.

Rogério Ceni teria a primeira dificuldade, que é a de desligar o “chip” de jogador  de futebol. Nesta carreira, ele pode escolher vínculos, amizades e formar grupos de convivência. Como treinador tem que dar atenção a todos e fornecer esperança de que o potencial do mais obscuro reserva um dia será aproveitado. Rogério Ceni tem claramente uma personalidade forte e às vezes resvala para o autoritarismo. Não seria uma nova versão de Emerson Leão?

Penso que o ideal seria esquecer o projeto de emergência e cuidar para que Rogério Ceni arrematasser de modo brilhante sua carreira. E montar um período de transição para entrar na carreira de Treinador. Que é bem mais complexo do que aquilo que enfrenta debaixo das traves.

SHARE
Previous articleCorinthians: Torcer, sim! Menosprezo, jamais!!!
Next articleBoca Juniors: um time gelado e perigoso
Elias Aredes Junior é jornalista, radicado na cidade de Campinas, Estado de São Paulo. Trabalha como repórter esportivo para o Jornal Todo Dia de Americana e também como comentarista esportivo para a Radio Central AM de Campinas, 870 KHz. Diariamente participa dos comentários na programação esportiva entre as 18:00 e 20:00, além de comentar jogos de futebol nas transmissões ao vivo da emissora. Aqui ele fala sobre tudo, futebol, esporte, política, religião, entretenimento, cultura, culinária, tudo isso sempre com seu olhar crítico e independente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here