Quem vai fugir da viagem para a Série B?

0
19

Antes do final do primeiro turno daria para dizer que os quatro rebaixados estavam eleitos. Coritiba, Joinville, Vasco e Goiás demonstravam em boa parte do primeiro turno um futebol pobre, feio, desorganizado e com jogadores limitados. Sem contar as medidas temerárias na organização administrativa. Mas eis que os fatos parecem querer mudar com mexida de alguns e queda de produção de outros.

O Coritiba comandado por Ney Franco arrancou duas vitórias inesperadas contra Palmeiras e Vasco da Gama e agora tem tranquilidade para encontrar novos trunfos além do garoto Evandro, autor de quatro gols com a camisa do alviverde paranaense e todos nos acréscimos das partidas. Hoje o time coxa branca tem 18 pontos.

O Goiás, por sua vez, ganhou com autoridade do São Paulo e voltou a exibir o futebol veloz e contundente dos tempos de Hélio dos Anjo, cujo os destaques são o atacante Erik e o armador Felipe Menezes. Hoje tem 19 pontos e está um ponto atrás de Avaí e Figueirense, dois times em queda de produção. Não é dificil imaginar que saia da zona da degola nas próximas rodadas.

O Joinville também não pode ser considerado carta do baralho. Perdeu do Grêmio neste domingo e de modo dramático, após uma etapa inicial quase perfeita, em que fez um e perdeu dois gols inacreditáveis. O retrospecto anterior anima pois venceu Avaí e Cruzeiro e e empatou com o Vasco da Gama. É o lanterna com 16 pontos, mas esboça uma reação. Conseguirá? O tempo dirá.

E o Vasco? Lanterna com 13 pontos, nos últimos cinco jogos perdeu para Palmeiras ( 4 a 1), Corinthians ( 3 a 0), Santos (1 a 0), Coritiba (1 a 0) e só colheu um empate contra o Joinville. Celso Roth caiu. Eurico Miranda deve anunciar Jorginho. O mesmo que caiu com Goiás em 2010 e Ponte Preta em 2013. Embalar o tricampeonato neste torneio nefasto seria uma tragédia.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here