Quem terá coragem de assumir o Corinthians?

0
36

Com uma proposta do Corinthians em mãos, o técnico Roger Machado conversou com o presidente gremista Romildo Bonzan. Na Ponte Preta, o técnico Eduardo Baptista negou ter sido contactado pelos diretores corinthians. Abel Braga, por sua vez, refutou uma possível oferta e mira suas atenções na Gávea.

Fernando Diniz? É um belo nome, mas sua fidelidade ao presidente do Osasco Audax, Mário Teixeira, impede qualquer evolução de negociação.

Fica a indagação: como o principal clube do Brasil, atual campeão brasileiro, encara dificuldades para contratar um treinador?

A resposta é simples. Por um lado, a vitrine é inquestionável. Basta dizer que Mano Menezes, Carlos Alberto Parreira e Tite só chegaram ao escrete canarinho devido as suas campanhas a frente do Corinthians.

Só que existe o lado amargo. A pressão é forte, as cobranças quase irracionais e qualquer oscilação de resultado faz o ocupante do cargo balançar. É preciso uma maturidade e um controle emocional fora do comum para aguentar tamanha responsabilidade. Convenhamos: não é para qualquer um.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here