Quem desprezará a oportunidade oferecida pela Olimpíada?

0
27

Construir a cidadania é uma missão vital para quem deseja um país justo e sensato. Até na hora de desfrutar daquilo que é positivo. Longe de qualquer pachequismo ou otimismo infundado, percebo que a crise política vivida no Brasil nos últimos meses nos faz perder a percepção de que estamos às portas de viver um evento único, que são os Jogos Olímpicos marcados para o Rio de Janeiro.

Não preciso perder meu tempo para enumerar os desmandos e problemas encontrados na organização do evento. Só o acidente ocorrido com a pista de ciclismo e que deveria servir de legado ao povo carioca é um motivo mais do que suficiente para nos encontrarmos indignados e pedirmos a punição dos responsáveis e a indenização aos familiares das pessoas mortas. É justo e coerente.

Também é urgente apurar todo e qualquer desvio de recurso público que tenha sido registrado na condução da obra. Basta relembrar a vergonha que foi feita na Baía de Guanabara, que abrigará as provas de remo e ainda com problemas de sujeira e mau cheiro. Não pode passar impune.

Agora, isso não pode servir de motivo para relegarmos a um segundo plano o privilégio de contarmos em território brasileiro figuras de ponta do esporte mundial e em todas as modalidades, seja no basquete, vôlei, tênis, futebol, atletismo, hipismo, ginástica, entre outras modalidades. E detalhe: e em alguns casos com ingressos por preços acessíveis. Pense, reflita: quando teremos oportunidade semelhante?

Um festival esportivo com a dinâmica de nos oferecer uma maratona pelas ruas da orla carioca ou a brecha de conhecer e apreciar outros esportes que nunca tivemos contato mais próximo, como o Badmington ou Rugbi. Por um mês, se incluirmos a paralimpicos, teremos a oportunidade de recebermos uma aula em tempo real do que é viver na teoria e na prática uma cultura poliesportiva.

Aqueles que arrebentam com a dignidade brasileira não podem nos tirar o prazer de viver um evento que em termos de beleza, emoção e diversidade supera e por larga margem de escala, a Copa do Mundo de futebol. Você vai querer ficar fora dessa? Eu não.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here