Por que crente não tolera ser criticado?

0
57

Já perdi a conta das vezes que fui interpelado na rua por causa de meus artigos sobre o Cristianismo Evangélico. Em boa parte fico aliviado por perceber que as ideias encontram ressonância e reflexão. É um alento.

Alguns viram a cara, me tratam diferente ou na própria internet partem para a retaliação de bloquear, dizer que não tenho intimidade com Deus, entre outros pontos.

Ao invés de gerar ressentimento, a postura provoca indagação que vale a pena lançar no ar: por que crente não gosta de ser criticado? Por que a dificuldade de aceitar que dentro da aldeia existem pessoas mal intencionadas e que não desejam espalhar a palavra de Deus?

Tenho uma tese. Por anos e anos somos ensinados de que somos formados a imagem e semelhança de Deus. É algo presente na Bíblia. Levamos tão a sério o conceito que nos consideramos infalíveis, perfeitos e intocáveis. Como Deus.

Como fica o discurso feito de que os Cristãos Evangélicos defendem que são falhos? Eles acreditam sim que tem defeitos e são falhos, mas é em relação às pessoas que professam a fé idêntica. Para aqueles provenientes de outras religiões ou ateus, a conclusão é simples: estão em um patamar superior.

Interessa pouco saber a bondade ou a solidariedade do católico, espirita, umbandista, budista ou de qualquer outra religião. Aceitar a Jesus Cristo como único e suficiente salvador não é a chance de evoluir e conhecer a Palavra de Deus.

A salvação em Cristo para muitos é o passaporte da arrogância, prepotência e da imposição de conceitos e dogmas sobre os semelhantes. Aceitar uma crítica é façanha? Quando vai mudar? Só Deus sabe.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here