Os mistérios que cercam Marco Polo Del Nero

0
16

Marco Polo Del Nero alcançou a presidência da CBF graças ao seu senso de oportunidade. Sempre tomou medidas focadas em beneficiar grupos específicos que lhe sustentavam no poder. Os clubes gigantes querem mais dinheiro? Dá-lhe cotas de aproximadamente R$ 10 milhões para que os quatro times paulistas terminem nas cabeças. Equipes do interior? Peguem a sua “esmola” de R$ 2,750 milhões e contentem-se com o que tem.

Sua nova determinação, agora na CBF, é pedir a Rede Globo que termine os jogos às 22 horas de quarta-feira pois não agradam mais o torcedor. A intenção é negociar com a emissora uma alternativa. O jornal Lance Ibope forneceu novos argumentos ao mostrar que 47% dos seus entrevistados afirmarem que os jogos às 21h50 ou 22h prejudicam a ida aos estádios. Para outros 37% dos entrevistados, o horário do jogo chega ao ponto de inviabilizar a ida do torcedor.

Fica a pergunta: quem Marco Polo Del Nero quer agradar com essa medida? Ao pedir o fim dos jogos às 22h, ele não vai agradar aos proprietários da Rede Globo, que não querem vislumbrar mexidas na grade de programação. Clubes? Há dúvidas. Estes são interligados a Rede Globo porque dependem da exposição de suas marcas. Torcedores? Também seria impressionante que uma entidade contrária aos interesses das arquibancadas subitamente mudar de ideia. Em resumo: mesmo quando faz o certo, Marco Polo Del Nero é um mistério.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here