O torcedor sumiu dos estádios de futebol. Como explicar?

0
24

O São Paulo é semifinalista da Copa Libertadores. Teve um clássico com o Palmeiras no Estádio do Morumbi e com torcida única. Venceu por um 1 a 0 mas viu o borderô registrar 21106 pagantes no jogo. O local tem capacidade para 60 mil pessoas.

Em Volta Redonda, o Fluminense encarou um Botafogo animado por ter obtido sua primeira vitória no Brasileirão. Sem contar a presença de Fred no comando de ataque. Atributos insuficientes para atrair uma multidão. O público total ficou apenas em 4550. Pior: após a disputa de quatro rodadas, a média de público encontra-se em 10.750. O que acontece? Como explicar o fracasso?

Envolvido em uma crise econômica, o Brasil depara-se com um aumento do número de desempregados e que poderá chegar a 11% da população economicamente ativa.

O poder de compra dos salários caiu, 900 mil pessoas anteriormente presentes na classe média caíram de classe social e neste momento famílias cortam despesas consideradas essenciais. Não há como disfarçar: o ramo do entretenimento é afetado de modo dramático.

O futebol gera outro fator que contribui para o caos instalado: falta de sintonia com o público alvo. Não, não é condenável destinar prioridade ao programa de Sócio Torcedor. Só que pense que um chefe de família receba, no máximo, R$ 2 mil. Será que ele teria mesmo R$ 50 ou R$ 60 para colocar a disposição para o programa?

Não seria mais vantajoso quitar a mensalidade de pay per view e ficar em casa? Vou mais longe: nesta crise de carestia, como fazer este mesmo chefe de família, dispor de R$ 100 para pagar alimentos, estacionamentos e outros serviços gerados pela família ao estádio?

Não está na hora dos clubes abrirem espaço para uma parcela do estádio para um ingresso bem mais barato?

O futebol é do ramo de entretenimento, está inserido no mundo capitalista, mas algo não pode ser esquecido: estamos no injusto e desigual Brasil e não no Continente europeu, símbolo do bem estar social.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here