Morte de Hiago provoca a pergunta: quem vai aparecer com a bandeira branca?

0
6

Hiago era militante do PT. Tinha uma inserção no setor de cultura e estava engajado em fazer campanha para Gleisi Hoffman. Em discussão sobre política, o garoto de 21 anos perdeu a vida. Levou diversas facadas e não resistiu aos ferimentos. Não dá para fugir do óbvio: é um dos fatos mais graves do atual processo eleitoral. Culpados? Pouco importa. A vida do rapaz não será reestabelecida e o ódio de parte a parte está patente. Exposto.

Ao ler a notícia e de certa forma sofrer como agoniza a família do rapaz, é inevitável pensar na palavra respeito. Sim, porque já escrevi por diversas vezes neste espaço sobre o discurso raivoso de certos setores da classe média contra o PT. Como é difícil em diversos estados, cidades e bairros adotar uma postura simples, que é a de assumir o voto.

Uma amiga disse neste domingo no Facebook que todos somos culpados. Ela tem razão. O nível de acirramento está tamanho que não há como prever se um dia haverá o bloqueio da escalada de ódio.

Estamos em um beco sem saída. Se Marina ou Aécio Neves vencerem a eleição, a oposição do PT será fiscalizadora, vigilante, sem trégua e até virulente. Se Dilma obtiver nova vitória, que ninguém se iluda: colunistas ficarão ainda mais ferozes, políticos tentarão de tudo para desestabilizar e os próximos quatro anos. O ideal seria alguém desfraldar a bandeira branca. Mas quem está disposto? Difícil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here