Marcos Assunção: o Palmeiras adora fazer tudo errado!

0
23

O Palmeiras parece destinado a cometer erros primários. Veja o caso da renovação do volante Marcos Assunção. O roteiro era simples: o jogador faria sua proposta, o clube faria uma contraproposta e caso não ocorresse acordo, tudo seria esquecido.

Mas o alviverde fez tudo errado. Postergou a negociação, enrolou para encaminhar uma proposta e no final deu uma resposta atravessada, obscura e sem esclarecer.

O jogador fez sua parte e convocou uma entrevista coletiva. Chorou, lamentou o desprezo do Palmeiras e agora ele e seu empresário, Eli Coimbra Junior, procuram novos horizontes.
Quanto ao Palmeiras, o pepino é maior: não tem substituto à altura, o quadro financeiro é caótico e tudo leva a crer de que o elenco só terá jogadores modestos. O clube não poderia bancar o aumento?

Ótimo! Mas porque não buscou parceiros para financiar o aumento pedido pelo jogador? Será que custava utilizar um pouco de criatividade? Quando a mediocridade e a incompetência está cauterizada, a reversão fica cada vez mais difícil…

Basta uma análise simples para chegar a conclusão de que o Palmeiras não Campeonato Paulista apagado e sofrer horrores para assegurar uma das quatro vagas disponíveis na Série B. Que ninguém se iluda: Gilson Kleina será obrigado a operar um milagre. Não será pouco.

SHARE
Previous articleQual a nota do governo Dilma?
Next articleMessi ganha e vira um jogador dos sonhos. Mas conseguirá realizar o seu próprio sonho em 2014?
Elias Aredes Junior é jornalista, radicado na cidade de Campinas, Estado de São Paulo. Trabalha como repórter esportivo para o Jornal Todo Dia de Americana e também como comentarista esportivo para a Radio Central AM de Campinas, 870 KHz. Diariamente participa dos comentários na programação esportiva entre as 18:00 e 20:00, além de comentar jogos de futebol nas transmissões ao vivo da emissora. Aqui ele fala sobre tudo, futebol, esporte, política, religião, entretenimento, cultura, culinária, tudo isso sempre com seu olhar crítico e independente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here