Guarani: hora de liderar uma revolução na Série C

0
19

Após a desclassificação na Serie C do Campeonato Brasileiro, os jogadores do Guarani já sabem que vão desfrutar de 120 dias de férias forçadas, pois apenas no ano que vem terá início a Série A-2 do Campeonato Paulista. Assim como o Alviverde o Juventude de Caxias, detentor de conquistas nacionais (Copa do Brasil 1999) viu o sonho da Série B ruir em 18 partidas. Pois chegou o momento do presidente bugrino Horley Senna e do time gaúcho, Raimundo Demore, iniciarem um movimento para que a terceirona do ano que vem tenha modificações em sua fórmula de disputa.

Com 20 clubes, não há como deixar de considerar a hipótese de disputa na modalidade de pontos corridos. Com 38 jogos de maio a novembro, todas as equipes teriam a possibilidade de lutar pelo acesso em igualdade de condições e mesmo se acontecesse um início desastroso, as chances de recuperação são bem maiores do que na atual metodologia.

A instituição dos pontos corridos fomentaria um mercado de trabalho para os atletas, que hoje sabem a limitação imposta pela fase classificatória e o mata-mata.

A CBF vai alegar falta de recursos. Pois então que o Campeonato seja vendido para alguma empresa, seja privada ou com ação estatal que banque as passagens e hospedagem da competição e em troca teria seu nome exposto tanto nas placas de publicidade como no nome a ser veiculado nas emissoras de televisão que pagassem pelos direitos de transmissão.

Outra saída seria uma fase classificatória e dois quadrangulares decisivos com dois grupos cada um, o que viabilizaria uma chance de reviravolta para quem tropeça na segunda rodada. Hoje, quem perde o primeiro jogo do mata mata tem margem de manobra bem menor.

Que ninguém se iluda: os atuais oito participantes do mata-mata não querem saber do assunto. O objetivo é fugir da Série C. Cabe ao Guarani e ao Juventude, clubes com representatividade liderar o movimento para tornar a terceirona um campeonato mais palatavel aos olhos do mundo da bola. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here