Guarani: Grupo Zaffari não desistiu do leilão do Brinco de Ouro

0
36

Depois de um período de turbulência, o Guarani voltou a trilhar caminhos mais calmos. Contratações estão sendo feitas, o orçamento do futebol será mais robusto para 2016 e os jogadores contratados dão esperança de disputar uma das duas vagas para a Série A-2 do Campeonato Paulista em 2016. Mas nem tudo está resolvido.

Em contato por e-mail feito com este blogueiro e jornalista, o advogado e representante do Grupo Zaffari, Dárcio Marques, assegurou que a empresa não desistiu do leilão do Estádio Brinco de Ouro e aguarda os novos acontecimentos judiciais. “O Grupo Zaffari não desistiu do leilão do Estádio Brinco de Ouro.  Não temos informações sobre data possível de julgamento”, afirmou advogado na mensagem respondida na manhã desta quinta-feira.

O advogado deixa claro que a empresa decidiu ficar distante da atual diretoria após o fracasso nas negociações conduzidas após o leilão, quando o grupo Gaúcho arrematou o imóvel por R$ 105 milhões. “Quanto às conversações com a Diretoria do Guarani sempre é possível. Todavia, nós demos enormes demonstrações de boa vontade, percebendo porém, que há, por parte da Diretoria do Guarani, pouco interesse de negociações sérias com a Empresa”, disse o advogado por e-mail.

Posteriormente, o leilão foi anulado pela juíza Ana Cláudia Torres Viana que decidiu repassar o imóvel para o empresário Roberto Graziano, que iniciou o pagamento das dividas trabalhistas e posteriormente terá a posse do Estádio. O proprietário do Grupo Magnum também faz um aporte mensal de R$ 350 mil e se comprometeu a construir um novo estádio ao time bugrino.

Este blogueiro entrou em contato com o presidente do Guarani, Horley Senna, mas ele não poderia atender devido a uma reunião de planejamento com o técnico Pintado. O contato telefônico também não foi respondido. Assim que sua resposta for enviada, este post será atualizado com a visão do dirigente sobre o problema.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here