Guarani, contratações e o desafio para 2016: parar de vender e comprar ilusões

0
40
CAMPEONATO PAULISTA 2012 - SÉRIE A1 - FUTEBOL - ESPORTES – GUARANI x PALMEIRAS - Vista interna do Estádio Brinco de Ouro da Princesa durante a partida entre Guarani e Palmeiras válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista 2012 Série A1 – Estádio Brinco de Ouro da Princesa – Campinas - SP - Brasil - 22/04/2012- Foto: Hélio Suenaga /Gazeta Press

O Guarani revelou na tarde desta quarta-feira a sua lista de contratações para a Série A-2 do Campeonato Paulista. A lista é eclética, contempla várias posições e devem oferecer várias alternativas ao técnico Pintado antes da estreia na competição no final de janeiro. Os nomes divulgados foram os do goleiro Rafael Gatti, ex-Cruzeiro e Mirassol; o lateral-esquerdo Mário Sérgio, ex-Goiás; os zagueiros Lucas Bahia, ex-ASA, e Mateus Alves, ex-Caldense e Sport; o volante Diego Tabata, ex-Aracruz; o meia Valdeir, ex-Campinense; e os atacantes Flávio Caça-Rato, , ex-Santa Cruz e Remo, Max, ex-Palmeiras e América-RN, e Ricardinho, ex-Icasa.

Ao escolher Valdeir, 22, o Guarani faz uma opção pela juventude e aposta no médio e longo prazo, o que é uma boa notícia. No ataque, Flávio Caça Rato e Ricardinho chegam como especialistas nas competições em que o Alviverde está inserido em 2016. Nunca esquecer que o segundo semestre reservará uma terceira divisão nacional disputada e é importante contar com atletas tarimbados. Já o atacante Max, apesar de suas limitações, poderá ajudar na escalada da Série A-2, especialmente no quesito experiência, identico atributo do zagueiro Lucas Bahia, com 27 anos. Os outros nomes o blogueiro e jornalista espera para determinar um veridicto e espera que tenham capacidade de levar o Guarani as únicas duas vagas disponíveis em uma Série A-2 que contará com forças do porte de Portuguesa e Bragantino. O funil está estreito. Apesar disso, entendo que é obrigação do Guarani pelo menos alcançar as semifinais para disputar o acesso. Fora disso, será um retumbante fracasso.

Independente dos nomes anunciados, duas “contratações” precisam ser anunciadas antes da largada. São peças cujas as ausências proporcionaram que o Guarani considerasse os acesso no passado como favas contadas e que os adversários meros participantes de evento protocolar. “Reforços” que sem suas presenças produziram torcedores muito mais agarrados a um passado de glórias do que a um presente turbulento e irregular. Integrantes que fariam tanto a torcida e o elenco não acreditar em nomes ou currículos e sim na força do trabalho e na montagem de um esquema tático coeso e fundamentado tanto dentro como fora de casa. E que aceitasse as limitações dos jogadores.

Ninguém inventou a roda. Em três oportunidades, estes dois “jogadores” estiveram presentes e produziram os acesso na Série A-2 de 2007, na Série C de 2008 e na Série B de 2009. São “jogadores” que ajudam quem está no campo e abrem os olhos de quem está na arquibancada e nos gabinetes. Quais os nomes destas estrelas? O primeiro atende pelo nome de Bom Senso e o segundo chama-se humildade. Que estes “craques” cheguem ao Brinco de Ouro o mais rápido possível.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here