França 3 x 0 Honduras. Os “Bleus” estão vivos. Infelizmente…

0
9

A França goleou Honduras por 3 a 0, neste domingo no Estádio Beira Rio e exibiu boa largada na Copa do Mundo. Obvio seria elogiar o faro de gol de Benzema, autor de dois gols e participante do tento contra do goleiro Valladares.

Também poderia citar a fragilidade do oponente (a França chegou a 62% da posse de bola), mas prefiro seguir por um outro caminho: o campeão mundial de 1998 vai dar trabalho. Não ouso dizer que disputará o título, mas pode muito bem ficar entre os oito e sonhar até com uma semifinal.

Dentro do campo, o técnico Didier Deschamps montou uma equipe leve, rápida, com muita rotatividade na frente e com bom poder de conclusão. Varane e  Sakho são beques precisos e sem enfeites  e que dão liberdade para Evra soltar-se no campo de ataque.

O meio-campo demonstrou compactação e dois jogadores que merecem observação dos oponentes. A revelação Paul Pogba é um autêntico carregador de bola, mas é incisivo, vai na direção do gol e precisa apenas controlar os nervos, pois demonstrou intranquilidade em algumas faltas mais duras.

O meio-campo tem dono. Técnico, rápido, com visão de jogo o armador Valbuena tem os atributos exigidos de um camisa 10, apesar de vestir a oito. Coordenou, deu passes certeiros e ditou o ritmo do time francês. Cá entre nós: com auxiliares de tamanha qualidade, o trabalho de Benzema fica facilitado. E como…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here