Copa-2014: o conhecimento de Felipão é desprezado pela COL

0
24

É incrível como o Brasil perde tempo e deixa de escolher pessoas capacitadas para determinadas funções. Os jornais de hoje abordam um seminário realizado no Palácio dos Bandeirantes com as cidades candidatas a sub-sede da Copa de 2014. Lógico que no meio do cardápio, foi anunciado uma linha de crédito e financiamento para ajudar na construção da infra-estrutura. Lógico, facilidades com o nosso dinheiro que abordaremos em outro momento.

Mas quero enfocar outro tema: a palestra de Luis Felipe. As reportagens da Folha e do Estadão relatam que em pouco mais de 20 minutos Felipão deu dicas de como devem ser os hotéis, locomoção, infra-estrutura, tratamento aos turistas…uma cartilha verbal.

Agora, pense por um instante: como um profissional desse naipe jamais foi pensado para comandar ou ser um assessor do Comitê Organizador da Copa? Felipão certamente daria conselhos que economizaria milhões de reais e certamente o risco de desperdício na Copa ficaria extremamente reduzido. Infelizmente, o caminho trilhado foi a de nomear Ronaldo Nazário, que é muito mais um relações públicas do que executivo e pensador de verdade.

Esperança?Esqueça. Ricardo Teixeira não é adepto da competência e sim da bajulação. Pena.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here