Brasileirão tudo junto e misturado. E sem favorito consolidado

0
59
SÃO PAULO, SP - 30.06.2016: PALMEIRAS X FIGUEIRENSE - O jogador Róger Guedes, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Jackson Caucaia, do Figueirense FC, durante partida válida pela décima segunda rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

O Campeonato Brasileiro está equilibrado. Disputado. Com novos personagens. Mas nenhum favorito destacado. Inegavelmente que o Palmeiras exibe o futebol mais vistoso do Brasileirão e lidera com 25 pontos. Cuca conseguiu promover aquilo que Marcelo Oliveira não viabilizou em nenhum momento.

Marcação sob pressão, ataque incessante e um Gabriel Jesus em estado de graça são ingredientes saborosos para quem aprecia futebol ofensivo. Ganhou de 4 do Figueirense, como poderia ganhar de oito.

É favorito destacado? Nem tanto. Por que? Sua performance como visitante com uma vitória, um empate e três derrotas.

O melhor visitante? O Flamengo de Zé Ricardo, com três vitórias e duas derrotas. O que falta para chegar a liderança? Melhorar seu desempenho como mandante, que atualmente é de três vitórias, dois empates e duas derrotas. Fica explicada a quinta colocação com 20 pontos. Em contrapartida, Corinthians (21 pontos), Grêmio e Internacional encontram-se na ponta da tabela, mas não transmitem segurança de que são capazes de lutar pela ponta até o final.

Inclua o mercado de transferências no futebol europeu e chegue a uma conclusão: nunca o Brasileirão vai depender tanto do trabalho dos treinadores para que um time alcance o tão cobiçado título.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here