Atlético Mineiro 2 x 1 Coritiba: quando as forças parecem insuficientes

0
17

O Atlético Mineiro venceu o Coritiba por 2 a 1 e algumas impressões ficaram solidificadas para os amantes do futebol. O Galo Mineiro tem um elenco vasto, de boas opções ofensivas. Maicosuel, Robinho, Lucas Pratto, Lucas Cândido e atletas experientes como o goleiro Vitor e o zagueiro Leonardo Silva dão impressão de que o título parece um destino definido.

Quando a bola rola algo incomoda. O impeto ofensivo é latente, mas a zaga parece desorganizada e sem compactação. Dá espaço em demasia ao meio-campo adversário. Cobrança em cima de Marcelo Oliveira? Sim, mas é bom que se diga: tais entraves aconteciam no Palmeiras sob o seu comando. Parece uma pelada “organizada”. Se vai dar certo ou não, o tempo dirá.

O Coritiba, por sua vez, não deve gerar desespero em seu torcedor. Está com 15 pontos, mas exibiu força, volume de jogo e organização. Um esquema de jogo até melhor que Figueirense, Santa Cruz e até Chapecoense, localizados a frente na classificação. Resumo da ópera: um tem muita força e não sabe usar. O outro parece golpeado pelo destino.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here