As rádios evangélicas cumprem a sua função?

0
6

Quando compareço na igreja aos domingos, o trajeto é feito até o local do culto é feito com o som do carro sintonizado em alguma rádio evangélica.

São 30 minutos de músicas, locutores com frases empostadas e bonitas e às vezes a transmissão de cultos ao vivo.

Pois é, para quem já conhece a Palavra de Deus nada mais confortável. Sentimento insuficiente para amenizar uma pergunta que martela minha cabeça: como isso pode ser útil para quem não é convertido?

Sim, porque muitas vezes não nos damos conta de que alguns cenários podem acontecer e não estamos preparados.

Digamos que uma pessoa que jamais ouve falar do evangelho sintoniza qualquer uma dessas rádios no exato instante que Cassiane canta esta parte do “Hino da Vitória”:

 

Quem é homem que teve o poder de fazer Israel

Caminhar por entre as águas do Mar Vermelho

Fez caminho no meio do mar

Para o povo de Israel passar

Do outro lado com os pés enxutos

Puderam cantar o hino da vitória

 

Cá entre nós: será que o neófito ou uma pessoa que jamais entrou em uma igreja evangélica vai entender o significado da letra e seu objetivo? Em resumo: o que trouxe positivo para a vida dela e como pode ajudar para que ela pise em qualquer igreja evangélica espalhada pelo país?

O que dizer então daquele que pega uma pregação no seu desenvolvimento sem ao menos saber o versículo que serviu de base para a ministração? Será que uma música mais simples, voltada ao evangelismo não seria mais eficaz? Admito, é assunto não para um artigo e sim para um seminário.

Não, engana-se quem pensa o autor destas mal traçadas linhas ser a favor da extinção das rádios voltadas ao mundo evangélico. Pelo contrário. Se acreditamos na mensagem de Jesus Cristo, nada mais justo e salutar utilizar todas as estratégias possíveis para alcançar quem não conhece a palavra. O problema é que, do jeito que tudo é conduzido, estamos falando apenas e tão somente para nós mesmos. E quem deve falar para convertido não é o locutor de plantão, e sim o salvador e consumador da fé.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here