As armas de Aécio Neves contra Dilma podem ser fatais?

0
17

A cautela instalou-se entre os eleitores de Dilma Roussef. Apesar da recente liderança nas pesquisas, não é difícil encontrar alguém com receio da próxima capa da Revista Veja e da influência do próximo debate marcado para sexta-feira na Rede Globo, especialmente pelo histórico de interferência da emissora em eleições presidenciais. É um temor justificado. Tudo pode acontecer e Aécio Neves poderá utilizar as armas que têm a disposição para virar o jogo.

Isso não quer dizer que os trunfos do candidato tucano não devem ser analisados com critérios.

Sim, porque a Revista Veja, apesar da capacidade de gerar fatos e repercuti-los em outros veículos de comunicação há muito se transformou em uma revista de extrema direita e que prega apenas aos “convertidos”. Ou seja, gente que detesta o PT e quer ver Dilma longe do Palácio do Palácio. Mesmo assim, poderá provocar algum estrago? Sem duvida que sim. No entanto, a Veja desta década não tem mais o mesmo canhão devastador das décadas de 1980 e 1990. Machuca bem, mas não fere.

O mesmo raciocinio aplica-se ao debate da Rede Globo. Certamente que a audiência será relevante. Lógico que eleitores indecisos poderão mudar o rumo. No entanto, é sempre bom lembrar que para Aécio sair como retumbante vencedor seria de bom grado ser um debate de confronto direto nos cinco blocos. Não será. Não podemos esquecer que dos cinco blocos, dois serão de perguntas de eleitores indecisos arregimentados pelo Ibope. Esses eleitores, sim, podem e devem ser fiscalizados a dedo pelas duas candidaturas.

De certa forma, espera-se que os eleitores façam perguntas voltadas ao dia a dia das pessoas e isso pode favorecer a oratória mais técnica de Dilma Roussef, mesmo com o risco de ser confrontada nos comentários por Aécio Neves . Regras à parte, Aécio terá apenas dois blocos para fazer o confronto direto, algo que no debate do primeiro turno foi realizado durante todo o confronto.

Dilma Roussef na realidade está como aquela equipe que virou o jogo contra uma equipe de alta capacidade técnica e sabe que precisa apenas encontrar-se bem posicionada para montar o contra-ataque fatal. Já Aécio sabe que precisa contar com algo presente tanto no futebol como na politica: a imponderabilidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here