Aloísio e a “voadora da alegria”

0
11

Além dos gols salvadores com a camisa do São Paulo, o centroavante Aloisio ganhou holofotes devido a sua comemoração espalhafatosa. A “voadora da alegria” não escolhe vitimas e os companheiros de equipe e o próprio técnico Muricy Ramalho não disfarçam a apreensão de temer por algum imprevisto que culmine em contusão grave.

Lógico, o blogueiro também compartilha deste temor e considera que o centroavante deveria tomar mais cuidado.

Mas um ponto quero elogiar na atitude de Aloísio: a busca da autenticidade. Em uma época em que vemos atletas ávidos em utilizar o momento maior do futebol até para faturar ou criar um gesto que agrade aos patrocinadores, é salutar ver que um jogador quer apenas extravasar sua alegria por balançar as redes.

Assim como o punho cerrado de Reinaldo, o carrinho de joelhos de Neto, o soco no ar de Pelé ou delírio de Zico em direção a arquibancada do Maracanã, Aloísio quer apenas transformar sua “voadora” em uma marca de que tudo sai certo. De que o torcedor pode sorrir sem medo de revés.

Aloísio é limitado? Sim. Mas com seu gesto contribui mais que muita estrela forjada por empresários e dirigentes deslumbrados.

SHARE
Previous articleReflexões sobre a convocação de Felipão
Next articleA Igreja Evangélica Brasileira precisa de um Martinho Lutero. Urgente!
Elias Aredes Junior é jornalista, radicado na cidade de Campinas, Estado de São Paulo. Trabalha como repórter esportivo para o Jornal Todo Dia de Americana e também como comentarista esportivo para a Radio Central AM de Campinas, 870 KHz. Diariamente participa dos comentários na programação esportiva entre as 18:00 e 20:00, além de comentar jogos de futebol nas transmissões ao vivo da emissora. Aqui ele fala sobre tudo, futebol, esporte, política, religião, entretenimento, cultura, culinária, tudo isso sempre com seu olhar crítico e independente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here