Adriano: um prejuízo disfarçado de lucro

0
31
Ronaldo quer trazer Adriano por amizade. Enquanto isso, jogadores sedentos por um lugar ao sol ganham migalhas

 

Não consigo entender. Adriano é um jogador problemático. Mostrou problemas disciplinares no São Paulo e no Flamengo cansou de se ausentar de treinamentos. Sempre com a benevolência da diretoria de futebol. Para o alivio de quem admira um futebol brasileiro competente e focado, o centroavante arranjou uma boquinha na Roma.

Alguns meses depois, sua presença é considerada um estorvo. O técnico Claudio Ranieri faz de tudo para dispensá-lo. Nesse contexto, o cenário normal seria sua alocação em um centro de menor importância, como o futebol norte-americano e do Oriente Médio. Mas eis que o improvável acontece: Flamengo, Corinthians e Palmeiras. Clubes endivididados, em constante conflito político e ávidos por títulos colocam suas fichas em um atleta indisciplinado.

Ronaldo tenta convencer no Parque São Jorge a viabilidade do investimento: R$ 400 mil mensais. Um descalabro. Afundado em dívidas, o presidente Beluzzo acena com salário de R$ 500 mil. E Patrícia Amorim quer sua reintegração. Pare e pense um pouco: se esse dinheiro, mensalmente, fosse direcionado aos atletas de menor poder aquisitivo e com desejo de buscar um lugar ao sol, será que o resultado não seria melhor? Infelizmente, Ronaldo e os cartolas não pensam assim. Querem premiar a indisciplina e indiretamente fechar as portas para revelações com alto poderio técnico. Lamentável.

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here